Você sabe o que significa liquidez? Conhece alguém que investe todo o seu dinheiro em imóveis ou exclusivamente em outro ativo? Você acredita que o importante é a alta rentabilidade que determinado investimento pode trazer? Alinha seus investimentos de acordo com o seu perfil de investidor e com os seus objetivos? Sabe que alguns dos investimentos mais rentáveis  não tem liquidez e que quando são líquidos e rentáveis, o risco tende a ser maior?

Muitas pessoas investem dinheiro sem se preocupar com a liquidez. Mas a verdade é que há informações indispensáveis pela frente.

Investir dinheiro desprezando a liquidez pode se tornar em um erro fatal para a construção do seu patrimônio. Você deve considerar que no mundo dos investimentos, deve saber o que está fazendo.

É fundamental tirar proveito deste conhecimento e aplica-lo a parte da sua carteira de ativos.

Pense comigo: se você pretende proteger verdadeiramente seus investimentos de situações inesperadas em sua vida, deverá possuir uma reserva de emergência além de um fundo de provisões, não é mesmo?

Logo, continue lendo este artigo e descubra como o conceito de liquidez poderá ser aplicado aos objetivos que você destinou aos seus investimentos.

Nas linhas abaixo, apresentarei um claro conceito de liquidez, exemplos de investimentos mais e menos líquidos, além da sua importância. Também falarei sobre a sua relação com a rentabilidade e risco dos investimentos.

O que é liquidez?

liquidez - mulher sacudindo cabeça molhada.

Em artigos e livros sobre investimentos, noticiários de economia na TV e em outros meios, vemos e ouvimos este termo.

Mas o que é exatamente?

Liquidez é o grau de facilidade e velocidade que um determinado ativo tem de ser convertido em dinheiro sem comprometer o seu valor.

Em outras palavras, é o nível de praticidade de se  transformar um ativo em dinheiro quando desejar e sem desvalorização.

Assim, um ativo é líquido se existe facilidade de transformá-lo em dinheiro rapidamente e sem perdas.

 E quanto mais rápida essa conversão, mais líquido o ativo será.

Já um ativo ilíquido é aquele bem que pode não ser vendido rapidamente pelo valor de mercado.

A liquidez de um ativo depende da lei da oferta e procura. Ou seja, depende do interesse que o mercado tem em negociar este ativo.

Para tornar mais fácil o seu entendimento, apresento a seguir uma lista de investimentos e sua liquidez.

Investimentos e Liquidez

Vejamos agora os ativos mais comumente negociados no Brasil e o quão líquido cada um é. Confira!

Caderneta de Poupança

A Caderneta de Poupança é o investimento campeão em dois quesitos: altamente populares e altamente líquidos. Só isso! Quando se fala em rentabilidade…                                                                                                                                           Você poderá resgatar o dinheiro praticamente na hora. Com a tecnologia do internet banking e dos aplicativos bancários para celular, tudo fica mais fácil. É só solicitar a transação e a transferência para sua conta é feita.

Fundos de investimentos

Normalmente  fundos de renta fixa e de renda variável apresentam alta liquidez.  Alguns fundos possibilitam que você transforme seu ativo em dinheiro na hora. Já outros fundos podem levar um ou mais dias, sendo um considerados de liquidez média/alta.

Tesouro Direto

O Títulos públicos de maneira geral possuem liquidez média/alta, considerando que a transação de recompra pelo Tesouro só poderá ser feita entre às 18h e 5h do dia útil seguinte. Até o dinheiro chegar à sua conta corrente, pode levar de 1 a 2 dias úteis.

Mas é preciso atenção! O Único Título Público líquido em qualquer ocasião é o Tesouro Selic. Isso porque ele é pós-fixado e pode ser vendido antes do vencimento sem perda de rentabilidade.

Já no caso dos demais Títulos Públicos (prefixados e indexados ao IPCA), poderá haver perda de rentabilidade no caso de venda antecipada. Mas para isso,  a taxa deve subir (e consequentemente o preço cair) entre a compra e a venda antecipada do Título. Já se você comprar a uma taxa alta (significando menor valor) e vender antecipadamente quando a taxa cair (e consequentemente o preço subir), haverá ganhos.

Quanto ao quesito rentabilidade? Medalha de ouro! Mas antes de investir, certifique-se de que conhece o investimento em Tesouro Direto.

CDBs pós-fixados

Certificados de Depósito Bancário pós-fixados possuem liquidez média, considerando-se que há uma data de carência para o resgate. Após o período de carência,  passa a ser média/alta.

LCI e LCA

Letras de Crédito Imobiliário e Letras de Crédito do Agronegócio não possuem liquidez. O dinheiro só poderá ser resgatado em uma data de vencimento acordada com o banco emissor quando o investidor realiza o investimento.

Ações

Na maioria das vezes as ações possuem alta liquidez, mais isso depende do papel. Ações muito negociadas na Bolsa possuem liquidez maior que ações pouco negociadas. Um dos riscos de se comprar ações pouco líquidas é de não ter para quem vender. Se determinado papel apresenta mais de 1000 negociações por dia, pode se considerar que ele possui boa liquidez.

Imóveis

Imóveis possuem baixa liquidez. Pode levar meses ou até anos para a venda de um imóvel pelo valor de mercado. Durante os anos de 2008 à 2013, o preço dos imóveis aumentou de forma astronômica no brasil.

De acordo com o índice FIPE ZAP, no período de janeiro de 2008 à abril de 2015, a média de preços anunciados de um imóvel de 2 quartos na cidade do Rio de Janeiro aumentou em 265,8%.

Porém estes elevados preços não condizem com a realidade.

Com o apogeu da crise econômica em 2015, os preços começaram a apresentar queda nominal. A tendência é que os preços continuem caindo nos próximos anos. Este cenário agrava a situação da liquidez dos imóveis.

Importância de ter liquidez em alguns investimentos

A criação de uma reserva de emergência e de um fundo de provisões cumprem a função de proteger os seus investimentos mais nobres. Ou seja, protegem aqueles investimentos destinados aos seu maiores sonhos. Servem como um “firewall” dos seus Títulos Públicos indexados ao IPCA, suas ações, LCIs e LCAs, destinados à compra de um imóvel, por exemplo.

Não há lógica alguma em ter reservas de emergências e fundos de provisões financeiras sem liquidez.

Uma perda inesperada de renda deve ser prontamente atendida por uma reserva de emergência líquida.

Da mesma forma, você deve dispor de liquidez ao planejar a substituição do seu computador quando este se tornar obsoleto. Você não pode prever quando ele vai parar de funcionar, certo? Para isso provisões tem que ser líquidas.

Após a criação do seu colhão de segurança líquido, você poderá se dedicar a outros investimentos. Essa é a maneira mais eficaz de se proteger de imprevistos.

Liquidez, rentabilidade e risco dos investimentos

Imagine uma situação em que um investimento seja Líquido, tenha alta rentabilidade e baixo risco. Excelente, não é? Todos correriam para este investimento. Ninguém compraria ações, por exemplo, pois não haveria risco.

Em Economia, de forma geral há uma relação entre risco e rentabilidade. Uma alta rentabilidade será o preço pago pelo alto risco que o investidor se dispõe a correr.

Entretanto, uma exceção à regra está nas Ações, onde nem sempre o risco elevado é bem remunerado por uma alta rentabilidade.

Destas 3 características, os investimentos oferecem duas, como veremos a seguir.

Ações são investimentos líquidos, onde existe um potencial de obtenção de altas rentabilidades, mas o risco é alto. Exige bastante conhecimento por parte do investidor.

A Caderneta de poupança é um investimento que possui alta liquidez e baixo risco, pois há proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) para valores até R$250.000,00 . Entretanto, a rentabilidade é baixa. Não acompanha sequer a inflação.

Títulos Públicos como Tesouro IPCA + (NTNB-Principal) e o Tesouro Prefixado (LTN) não são líquidos, mas possuem baixo risco e alta rentabilidade. Você pode observar o mesmo no caso de CDBs prefixados, LCIs e LCAs de Bancos médios. Apesar haver maior ou menor possibilidade de quebra do um Banco emissor destes Títulos de Renda Fixa, há cobertura do FGC para valores até R$250.000,00 por instituição bancária e por CPF, o que garante uma certa segurança.

Investindo Conscientemente

É essencial conhecer bem o investimento antes de investir.

Uma pessoa que investiu todo o seu dinheiro em Imóveis ou Títulos públicos pré-fixados (Tesouro Prefixado) poderá perder dinheiro no caso de um imprevisto, como uma suposta perda de renda.

Isso por que esta pessoa não possui uma reserva de emergência líquida.

Já se ela tivesse investido uma parte do dinheiro em Tesouro Selic, que possui liquidez média/alta, a situação seria diferente.

Escolhas conscientes produzem os melhores resultados. Você é o único responsável pela tomada de decisão dos seus investimentos. Uma parcela de liquidez com boa dose de rentabilidade, pode ser essencial para os seus objetivos.

Assim, continue sempre se dedicando ao estudo da Educação Financeira. Você criará um futuro com maior liberdade de escolhas, mais próspero e com mais qualidade de vida.

Gostou? Então deixe seu comentário a seguir.

Curta e compartilhe este artigo com seus amigos clicado nos botões das redes sociais abaixo.

 

Fábio Moraes

Um artigo sobre Educação Financeira

,

4 comentários

  • Jhonatom 04/09/2016 em 13:24

    Ouvia bastante esse termo mas nunca soube do que se tratava! Parabéns pelo post!

  • Fábio Moraes Jhonatom 05/09/2016 em 21:44

    Fico contente por este artigo ter sido útil a você, Jhonatom. Obrigado!

  • Roberto Barbosa Rodrigues 08/03/2017 em 21:01

    Postagem muito bem articulada. Nota dez !!!!

  • Fábio Moraes Roberto Barbosa Rodrigues 03/10/2017 em 18:49

    Muito obrigado, Roberto.